Em 2011, eu já estava louco por fotografia, mas não tinha grana para comprar uma câmera. Como já estava insatisfeito no emprego, pedi demissão e com a grana comprei minha primeira DSLR, uma Nikon D60 usada. Doido para fotografar por aí, mas o medo de ser assaltado me deixava cabreiro de brincar na rua com meu xodozinho. A minha ansiedade superou o medo e logo estava pelas ruas fotografando. Passando um dia pela Lapa, vi o grupo Tá na Rua ensaiando em frente aos Arcos e, por sorte, estava com minha câmera na mochila. Uma das primeiras fotos que fiz na rua. A partir daí eu comecei a evoluir o meu estilo e nas minhas cores, ou na falta delas. Começava uma paixão pelo preto e branco.

Imagem 057

Uma das minhas primeiras fotos na rua. Ensaio do Grupo de Teatro Tá na Rua, datada de 11.11.11 (data cabalística, hein) risos.

Por que o preto e branco?

Não sei explicar, mas fico mais a vontade para fotografar assim. Todos os meus trabalhos autorais são desenvolvidos em preto e branco, e atualmente também evolui na técnica de impressão. Por ter começado na fotografia com fotos monocromáticas, acredito que o estilo ajudou a criar a minha própria identidade dentro da fotografia

IMG_7233

Um retrato recente, fotografado enquanto participava da ocupação Quintal da Ser Hurbano

 

IMG_9058

Difícil escolher entre tantas fotos. Arraiá Pérola da Guanabara, em Paquetá.

Você fotografa colorido?

Sim. Como sou oriundo da área de jornalismo, fotografei muitos eventos e coletivas de imprensa com predomínio de fotos coloridas.

Megarampa 25.8.12 137

Evento que atuei como jornalista e fotógrafo enquanto trabalhava na Suderj. MegaRampa

Você é fotógrafo Amador ou Profissional (Odeio essa pergunta)?

Sempre que topo na rua com outro fotógrafo que não conheço a pergunta vem à tona. Não sei por que sempre perguntam isso. Vou explicar. Particularmente me envolvo muito com as fotos, é tudo mais que um click pra mim e sempre deixo um pedacinho do meu coração em cada imagem. Entendido isso, respondo que sou AMA-dor, ou seja, me entrego para conseguir cada imagem, absorvo muito da energia do ambiente e assim que as fotografias são compostas. Entenderam?!

Um abraço a todos. Todas as minhas fotos estão disponíveis nas redes.