Na minha segunda vez cobrindo a Folia de Reis Penitentes do Santa Marta, teve de tudo um pouco, banho de suor, cachorro que voou do portão e mordeu a minha cabeça (não me machuquei, mas tomei um baita susto), e a descoberta de uma fonte natural de água. Mas vamos começar do início. Era Natal e aguardava  no alto de uma laje pela chegada da turma responsável pela Folia. Aos poucos eles foram chegando e dando os últimos retoques para começar o cortejo. Feito isso, desceram e todos os membros se reuniram na sala para entoar alguns cântigos e rezas.

 

Integrantes da Folia de Reis conversam no alto de uma laje

Integrantes da Folia de Reis conversam no alto de uma laje

 

Preparativos para Folia de Reis

Preparativos para Folia de Reis

 

Concentração antes sair pelas vielas da comunidade do Santa Marta

Concentração antes sair pelas vielas da comunidade do Santa Marta

 

Do lado de fora o sol castigava e as crianças aguardavam  ansiosamente o início da procissão e o tempo de ficar cara a cara com os palhaços ou bastiões como os membros fantasiados também são conhecidos . A procissão seguiu pelo becos da comunidade parando em lugares estratégicos para homenagear moradores ilustres .

 

Crianças observam integrantes da Folia antes de sair em cortejo

Crianças observam integrantes da Folia antes de sair em cortejo

 

Bastiões ou palhaços como são conhecidos os versadores da Folia

Bastiões ou palhaços como são conhecidos os versadores da Folia

 

Bastião parece sem cabeça enquanto arruma seu traje

Bastião parece sem cabeça enquanto arruma seu traje

 

Morador éhomenageado durante a Folia

Morador é homenageado durante a Folia

 

Durante o intervalo do cortejo um morador chamou minha atenção para uma fonte de água natural que existia na comunidade. Fui conferir e fiquei maravilhado com a cena, a água saia de dentro de uma pedra por um cano e segundo relatos nunca parava de jorrar. Com o calor as crianças brincavam, corriam, uma festa refrescante.

 

Crianças brincam na fonte localizada no Santa Marta

Crianças brincam na fonte localizada no Santa Marta

 

Trem Loco - A pixação na parede foi inspiração para a foto

Trem Loco – A pixação na parede foi inspiração para a foto

 

O cortejo seguiu até uma outra casa, fiz minhas últimas fotos e eles pararam para a tradicional feijoada (ou outra comida que não lembro muito bem).

 

Com sol escaldante do verão foliões aproveitam o intervalo para descansar

Com sol escaldante do verão foliões aproveitam o intervalo para descansar

 

IMG_8995

 

Folia de Reis Penitentes do Santa Marta durante cortejo natalino

Folia de Reis Penitentes do Santa Marta durante cortejo natalino

 

The following two tabs change content below.

Rapha Silva

O carioca Rapha Silva é dono de uma caligrafia ambigua digna de estudantes de medicina, odeia refrigerantes, doces , sobremesas e aniversários. É formado em jornalismo, web designer e, autotidata na fotografia.